Capacidade para Não Aprender

R$53.00

Em estoque

Consulte o prazo estimado e valor da entrega

Não sei meu CEP
Categorias: ,

Descrição

Capacidade para Não Aprender – Manejo e contribuições da psicanálise ao cotidiano escolar

Páginas: 160            Formato: 16×23

Edição: 1ª                Ano: 2020

ISBN: 978-65-86711-08-0

Resumo

Este livro aborda como processos perversos de exclusão social têm impacto sobre a capacidade de usufruir da experiência de ensino e aprendizagem na escola. A partir do vértice psicanalítico, particularmente com a ajuda de Bion, descreve a capacidade para não aprender, caracterizada como uma capacidade real de determinadas crianças para se manterem vivas num ambiente social e emocional que pouco as desejou. São propostos níveis de intervenção do adulto, e também é abordado o sofrimento do professor que acompanha crianças cuja capacidade para não aprender circula no ambiente de sala de aula. A obra apresentada algumas ideias sobre como tornar o ambiente escolar idôneo, característica fundamental para o acolhimento da experiência de sofrimento de alunos e professores e para a superação da capacidade para não aprender.

Índice

Prefácio, Antônio Muniz de Rezende

Apresentação

  1. Sobre a exclusão social e uma possível interlocução com a psicanálise
  2. O ambiente escolar
  3. Amemória cênica
  4. A importância de brincar em sala de aula
  5. O sofrimento docente: sobre encontros, desencontros e latas de lixo
  6. Às voltas com o epílogo: a necessidade de um ambiente idôneo e a responsabilidade por sua construção

Referências

Sobre a autora

Ana Archangelo. Livre-docente pela Universidade Estadual de Campinas. Realizou estágios pós-doutorais na Università degli Studi di Torino, Centre for Psycho-Social Studies da University of the West of England e no Centre for Psychoanalytic Studies da University of Colchester. Possui Doutorado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas. Mestrado em Educação pela Universidade Estadual de Campinas e Graduação em Psicologia e Formação de Psicólogo pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. É professora doutora do Departamento de Psicologia Educacional da Faculdade de Educação da UNICAMP. É membro e líder no CNPq do grupo de pesquisa DiS (Diferenças e Subjetividades em Educação), da mesma universidade. É autora, juntamente com Fábio C. B Villela, dos quatro volumes da Coleção Escola Significativa: Fundamentos da escola significativa (2013), A escola significativa e o professor diante do aluno (2014), A escola significativa e o aluno diante da atividade (2015), A escola significativa e a família do aluno (2017), além de capítulos de livros e artigos em periódicos científicos, nacionais e internacionais.